Jovens Açorianos conquistam Medalhas de Excelência no Campeonato Europeu das Profissões

Sérgio Ávila quer que artesanato seja uma atividade económica cada vez mais relevante

O Vice-Presidente do Governo congratulou-se com a conquista por três jovens Açorianos, formandos da Escola de Novas Tecnologias dos Açores, da ‘Medalha de Excelência’ nas respetivas profissões no EuroSkills 2016, campeonato europeu de profissões, que decorreu em Gotemburgo, na Suécia.

A ‘Medalha de Excelência’ é concedida unicamente aos concorrentes que conseguem mais de 500 pontos nas suas provas, sendo, por isso, considerada como o título europeu em cada uma das mais de 50 profissões a concurso.

Segundo o executivo regional, os Açorianos distinguidos nesta competição, em que participaram mais de 500 jovens de cerca de três dezenas de países, naquela que é a maior competição de profissionais e o maior evento de formação profissional a nível europeu, são Miguel Medeiros Carreiro e Luís Tadeu Espínola Vieira, em Gestão de Redes Informáticas, e Rodrigo Bettencourt Lima Farias, em Eletricidade de Instalações.

Os concorrentes açorianos que integraram a representação portuguesa foram apurados para esta competição europeia na edição deste ano do Campeonato Nacional das Profissões, que decorreu em Coimbra, em maio.

O conceito do Campeonato das Profissões remonta ao ano de 1950, quando se disputou, em Madrid, o primeiro Campeonato Internacional das Profissões, na altura apenas entre Portugal e Espanha.

Nas duas primeiras décadas, o seu crescimento assumiu, essencialmente, uma dimensão europeia, mas, a partir de 1967, os países concorrentes alargaram-se aos restantes continentes, envolvendo atualmente 67 países de todo o mundo.

Em complemento a esta organização mundial, foi criada, em 2007, a European Skills Promotion Organization, atualmente designada de WorldSkills Europe (http://www.worldskills.org/), que conta com a representação de 27 países europeus e organiza bienalmente o Campeonato Europeu das Profissões – EuroSkills.

Quer na competição europeia, quer na mundial, os concorrentes dos Açores têm um assinalável historial de bons resultados, que incluem títulos de campeões e muitas medalhas conquistadas.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*