Empossados novos corpos gerentes da Sociedade Filarmónica Estrela D’Alva

sociedade-filarmonica-estrela-d-alva-santa-cruz-direcao-2016-2017_01

Foram empossados a 22 de novembro, os novos Corpos Gerentes da Sociedade Filarmónica Estrela D’Alva, em Santa Cruz, Lagoa.

Numa tomada de posse em pleno dia da Padroeira, os novos corpos sociais assumiram o comando da sociedade que já conta com quase 130 anos de existência, tendo sido fundada em 2 de fevereiro de 1887.

A direção volta a ter como presidente Sandra Moniz que, pelo terceiro ano consecutivo assume a direção desta sociedade. Desde 1994 que Sandra Moniz está ligada à instituição.

Em declarações ao Jornal Diário da Lagoa, considera a tomada de posse dos novos corpos sociais, num dia especial, Dia da Padroeira, considerando ser este mais um desafio e importante. Sem nunca ter tocado na banda, mantém-se ligada à instituição, lutando pela sua manutenção.

Com um novo mandato surgem algumas alterações.

sociedade-filarmonica-estrela-d-alva-santa-cruz-direcao-2016-2017-sandra-moniz

Segundo explicou, está prevista a revisão dos estatutos da sociedade que data de há várias dezenas de anos, havendo essa necessidade com o evoluir dos tempos. Outra novidade será a inauguração do novo fardamento que está em fase de acabamento.

As eleições deixarão de ser anuais e passarão a bienais, sendo que algumas competências passarão a ser mais abrangentes.

Por outro lado, segundo Sandra Moniz, o atual fardamento já não tem condições, sendo que os jovens foram crescendo, outras saíram e outros entraram, e já não há fardamento para todos nas condições pretendidas, dai ter surgido a necessidade de adquirir um novo fardamento, que deverá ser estreado em breve.

Novas cores irão marcar o futuro da banda, com fato de cor preta e com bordado dourado, uma cor uniforme e neutra.

Em estudo está igualmente a realização de uma viagem fora da ilha de São Miguel por parte da banda.

Trata-se de uma banda com muita história e que prende-se que continue, adiantou ainda Sandra Moniz.

Atualmente são cerca de 40 os elementos que fazem parte da banda, momentos houve em que eram apenas pouco mais de 20, mas atualmente o número é razoável para o que a banda apresenta nas suas atuações.

O maestro Paulo Gordo mantém-se à frente da banda, apresentando-se como uma peça fundamental da continuidade musical desta banda.

A presidente da direção da Estrela D’Alva destaca o papel importante que o maestro, que também é musico, e que muito tem feito para que os jovens possam continuar, cativando-os.

Na casa mãe está aberta uma escola de música, tendo em 2015 aberto um polo da escola de música nos Remédios, de onde alguns jovens músicos já integram a banda.

Em 2016/2017 é pretendido abrir um polo da escola da banda no Cabouco. Um projeto de há muito que agora vê a sua concretização.

sociedade-filarmonica-estrela-d-alva-santa-cruz-direcao-2016-2017

Os Corpos Gerentes da Sociedade Estrela D’Alva para 2016/2017 são:

Assembleia Geral
Presidente: António Borges
1ª Secretária: Maria Odete Cabral
Vogal: Gilberto Melo

Direção
Presidente: Sandra Moniz
Vice-presidente: Edmundo Botelho
1º Secretário: Álvaro Cabral
2º Secretário: Carlos Raimundo
Tesoureiro: Ricardo Tavares
Vogais: Maria de Fátima Sousa, Manuel Tavares Júnior, Manuel Caetano Marques, Emanuel Moniz, José Carlos Pires, Abel Tibúrcio Moniz.

Conselho Fiscal
Presidente: António Chora
1º Secretário: Frederico Mendonça
Vogal: João Telheiro

DL

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*