Jovem lagoense lança, em Lisboa, segunda obra

julio-t-oliveira-ecritor-jovem-lagoa-acores-segundo-livro-o-que-ficou-por-dizer

É já dia 19 de novembro que o jovem Júlio T. Oliveira vai lançar a sua segunda obra. A sua segunda cria literária teve um nome de batismo que deixa, pelo menos, fermentar alguma curiosidade em relação a si. “O que não ficou por dizer” é mesmo o nome da segunda obra do jovem aspirante a escritor – e é assim que o mesmo gosta de ser tratado -, natural de Lagoa.

Júlio T. Oliveira tem 18 anos, mas começou a escrever com maior regularidade aos 16. É um sonhador, crente, apaixonado pelas letras. E vai, já dia 19 de novembro, proceder ao primeiro lançamento da sua obra, desta feita em Lisboa, no Chiado Café Literário, situado na Avenida da Liberdade, pelas 17h30.

Depois do seu primeiro livro, “Versos Experimentados”, o autor aventura-se, agora, nesta segunda obra, que deverá, inclusive, chegar ao mercado brasileiro, dado o seu potencial. Acontece que esta sua segunda aventura literária não será, apenas, e à semelhança do seu primeiro livro, um mero flirt com a literatura, mas a continuação de uma carreira que o autor deseja ser longa e bem-sucedida, dentro dos possíveis.

É com grande expectativa que o autor aguarda este lançamento, uma vez que espera reaver grande parte dos seus amigos lisboetas, assim como alguns familiares que residem na capital. E é com grande expetativa que aguarda as reações do público a este seu segundo livro, considerando que o mesmo é diferente na forma como está construído. Procedeu o autor, desta feita, a um misto desobediente entre a poesia e a prosa. É, pois, um livro que mistura poesia e prosa, numa compilação de partes devidamente separadas, mas que, juntas, contarão, lentamente, um enredo que tem tanto de perturbador como de psicológico. Ao longo da obra, procura-se, inclusive, responder a um conjunto de perguntas que estão, embora indiretamente, presentes na obra. Um conjunto de perguntas que todos nós, todos os dias, procuramos responder: o que é o amor? Qual é o alcance do amor? Qual é o poder da ilusão? Qual é a veracidade daquilo que não vemos?

Um livro que responde. Um livro que nos prende. Um livro que foi feito para ser lido e meditado.

DL/JTO

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*