Aprovado financiamento comunitário para 50 projetos de cooperação com entidades dos Açores

INTERREG-logo

O Comité de Gestão do Programa Operacional INTERREG V-A Madeira-Açores-Canárias (MAC) aprovou esta terça-feira, dia 8 de novembro, no Funchal, o financiamento em 5,6 milhões de euros de 50 projetos de cooperação com a participação de entidades públicas e privadas dos Açores.

Segundo o executivo regional, estes projetos contemplam o desenvolvimento de ações de investigação e desenvolvimento tecnológico, de apoio à capacidade de crescimento das pequenas e médias empresas, de prevenção de riscos e adaptação às alterações climáticas e de conservação e proteção do ambiente.

Na primeira reunião do Comité de Gestão, em que os Açores estão representados através da Vice-Presidência do Governo, entre as 119 propostas apresentadas a todos os eixos deste programa que vigora até 2020, foram também aprovados diversos projetos no âmbito da eficiência dos recursos e reforço da capacidade institucional na administração pública.

Estas aprovações refletem as prioridades de investimento previstas no INTERREG V-A e o envolvimento de uma significativa diversidade de promotores regionais, designadamente de departamentos do Governo dos Açores, autarquias, empresas públicas, associações empresariais, Universidade dos Açores e entidades do sistema científico regional, além de entidades representativas de vários setores de atividade económica e social, desde o turismo ao desenvolvimento local.

Nesta reunião, além do Governo dos Açores e dos executivos da Madeira e das Canárias, participaram também representantes dos governos de Portugal, Espanha, Cabo Verde, Mauritânia e Senegal.

O INTERREG V-A MAC, com uma dotação de mais de 11 milhões de euros para as entidades regionais participantes, prevê a participação de países vizinhos, designadamente Cabo Verde, Senegal e Mauritânia, com o objetivo de criar mercados regionais e reforçar o desenvolvimento sustentado e sustentável.

Nesse sentido, através da atribuição de recursos financeiros para projetos de cooperação territorial entre estas regiões insulares europeias que confinam com um espaço extracontinental europeu, pretende-se contribuir para a abertura e a internacionalização das economias e criação de novas redes de cooperação nos mais diversos domínios.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*