Líder da JS São Miguel assume funções na Assembleia Regional dos Açores

 

joao-paulo-avila-js-sao-miguel-deputado-alraa

O líder dos jovens socialistas de São Miguel, cargo que ocupa desde abril de 2015, assumiu o lugar de deputado na Assembleia Legislativa dos Açores, na sequência das Eleições Legislativas Regionais do passado dia 16 de outubro.

João Paulo Ávila tem 30 anos, é técnico superior dos quadros da CTT – Correios de Portugal, S.A. e é Presidente da Mesa da Comissão Regional da JS Açores, bem como membro da Comissão Política Nacional da Juventude Socialista.

Para Guido Teles, Presidente da JS Açores, a eleição de João Paulo Ávila resulta, por um lado, das «excelentes qualidades pessoais e políticas do nosso candidato jovem», mas também do «reconhecimento do trabalho feito pela JS São Miguel, em particular, e da JS Açores, no geral, quer na campanha eleitoral, quer nos momentos políticos que a antecederam.

O deputado jovem lembra que foi uma «grande honra ter recebido o convite da JS Açores para ser o candidato indicado para o círculo eleitoral da Ilha de São Miguel», convite que aceitou «com enorme sentido de responsabilidade, tendo a consciência que os próximos 4 anos serão desafiantes em termos políticos na nossa Região.»

João Paulo Ávila, quando questionado sobre futuras propostas que irá apresentar em nome da JS Açores, destaca que «a implementação do voto à distância, utilizando os meios tecnológicos disponíveis, é um mecanismo essencial para a participação dos jovens deslocados nos atos eleitorais, para além de ser um combate à abstenção».

Outras das propostas que defende é a «criação de um Azores Startup Launch com apoio a projetos empreendedores de jovens através de uma bolsa mensal com duração de um ano e com a possibilidade do jovem poder optar pela receção de metade do montante no início do investimento.»

O líder dos jovens socialistas de São Miguel considera ainda importante que «na saúde se possa garantir aos jovens, dos 18 aos 30 anos, o acesso a consultas no Serviço Regional de Saúde de higiene oral, de saúde reprodutiva e sexual e de comportamentos aditivos». Com estas e outras ideias «achamos que os jovens açorianos se sentirão cada vez mais felizes por viverem numa Região como os Açores», reforça João Paulo Ávila.

DL/JS

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*