Duarte Freitas garante nova esperança para as Pescas nos Açores

duarte-freitas-comicio-graciosa-6out16-foto-2

O candidato do PSD/Açores a presidente do governo garantiu ontem “uma nova esperança para o setor das pescas na Região”, considerando que possui “todas as condições para, junto de Bruxelas, juntos dos responsáveis europeus pelo setor, porque os conheço, negociar mais e melhores apoios para os nossos pescadores”, afirmou.

Duarte Freitas, que falava falava num comício, onde insistiu que o Governo Regional socialista “tem de reconhecer que errou na gestão das pescas, que errou no que toca à redução da quota do Goraz, que errou quando colocou os pescadores da Região numa situação inadmissível, quando deixou os pescadores da Graciosa com os barcos em terra e sem poderem pescar”.

Segundo o candidato, “é preciso negociar apoios para quando os pescadores não podem ir pescar, ou para quando tenham de fazer interrupções e pescar menos meses por ano. Temos de garantir o rendimento dos nossos pescadores, e eu sei como podemos fazer isso em Bruxelas”.

Duarte Freitas pretende que os pescadores açorianos tenham acesso “a mais formação, de forma a que o setor ganhe uma maior dignidade, para que haja também uma maior valorização do pescador”, sublinhou.

O líder do PSD/Açores destacou que quer ver, “no rosto de todos os açorianos, um “olhar de ambição, para contrapor aos olhares de medo, de resignação e de submissão que os socialistas têm imposto à sociedade açoriana. Temos de mudar o paradigma do que significa o governo para os açorianos, porque os Açores não são do governo”.

Duarte Freitas frisou ainda a necessidade “de manutenção dos programas ocupacionais de emprego, enquanto eles forem necessários. Mas o desafio é criar um tecido económico que permita emprego sustentável para os açorianos e mais riqueza nas nossas ilhas, e nisso têm falhado todos os governos regionais do PS”.

O social democrata considera que “não podemos ter confiança em quem não resolveu os problemas dos açorianos em 20 anos. Em quem diz que agora é que vai ser. Não podemos confiar nos mesmos que puseram os Açores na situação atual”, recordou.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*