Centro Social e Cultural da Atalhada celebra 19º aniversário com apresentação de uma nova imagem

aniversario-centro-social-cultural-atalhada-cerimonia-nuno-martins

O Centro Social e Cultural da Atalhada assinalou o 19º aniversário com a apresentação de uma nova imagem da instituição assim como a realização da Feira de Economia Solidária ISOS, que decorreu durante o fim de semana, no lugar da Atalhada, concelho de Lagoa.

Para o presidente da instituição, os 19 anos de história demonstra a “cooperação, concórdia e desenvolvimento” desta IPSS.

No entanto, Nuno Martins, diz ser necessário que exista mais “cooperação entre as diversas instituições” de forma a autonomizar as mesmas, distanciando-se dos “lobbies políticos” e assim ganhar uma “autonomia real”.

O Presidente do Centro Social e Cultural da Atalhada, que falava no âmbito da sessão solene comemorativa, que decorreu na Pousada de Juventude de Lagoa, lembrou ainda os novos desafios futuros, que passam pelo lançamento de uma linha imobiliária exclusiva, uma nova imagem de pastelaria, a utilização de novos produtos e materiais no artesanato mas também a criação de um grupo de jovens sobretudo ligado ao voluntariado. Finalmente, a futura construção do complexo social tem como objetivo de juntar todas as gerações, crianças, jovens e idosos e isso com o intuito de “servir o outro e a nossa comunidade”.

aniversario-centro-social-cultural-atalhada-cerimonia-frederico-sousa-diretor-regional-solidariedade-social

Para o Diretor Regional da Solidariedade Social, Frederico Sousa, a Feira de Economia Solidária ISOS contribui para o mercado social e para a igualdade de género, com o “reconhecimento dos trabalhos tanto dos homens como das mulheres”.

“Não há evolução social possível se não houver igualdade”, salientou Frederico Sousa afirmando que o Governo Regional apoia todas as instituições e neste caso, apoiou financeiramente a Feira de Economia Solidária e na distribuição de livros para as crianças do 3º e 4ºano do primeiro ciclo.

aniversario-centro-social-cultural-atalhada-cerimonia-cristina-calisto-decq-mota

Por seu turno, para a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto Decq Mota, a nova imagem do Centro Social e Cultural da Atalhada na celebração do seu aniversario, é importante pois “a marca identifica-nos e ajuda a afirmar o nosso mercado”, sendo uma forma de rejuvenescer.

A edil lagoense salientou também que as IPSS têm um papel fundamental para “renovar o nosso Concelho e alcançar sucesso”, com diversos trabalhos criados. Sendo que o Centro Social e Cultural da Atalhada foi a Instituição “que mais tem vindo a crescer no nosso Concelho” e abrange as cinco freguesias do concelho de Lagoa.

Para aceitar e acompanhar as mudanças, as diversas Instituições têm que “trabalhar em sintonia e abrir as portas” e com os seus objetivos futuros, o Centro Social e Cultural da Atalhada irá ter novos modelos de gestão e trabalho, um enquadramento social, com mudanças e novas parcerias.

DL/AS

Categorias: Local

Deixe um comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*