Lagoa foi o primeiro município dos Açores a ingressar a Rede de Cidades Aprendizagem da UNESCO

unesco

A cidade de Lagoa ingressou no passado mês de julho a Rede Global de Cidades Aprendizagem coordenada pelo Instituto da UNESCO para Aprendizagem ao Longo da Vida (UIL), tornando-se assim a primeira cidade açoriana a ingressar esta rede.

A fim de ajudar os governos locais a desenvolver estratégias concretas para construir cidades de aprendizagem, a UNESCO estabeleceu a Rede Global de Cidades Aprendizagem em 2013 na primeira conferência realizada sobre o tema em Pequim.

Este conceito visa que todos os municípios orientem as suas políticas públicas para a promoção da educação ao longo da vida, sendo certo que a educação não se restringe ao contexto escolar, e que o diálogo e a aprendizagem sejam promovidos e partilhados entre as cidades que integram esta rede.

Em Portugal fazem parte desta rede os municípios de Mação, Cascais, Câmara de Lobos e Anadia, sendo que após a Lagoa, a Praia da Vitória, município dos Açores, ingressou a rede.

Segundo uma nota da autarquia, o município de Lagoa tem-se empenhado no sentido de garantir o desenvolvimento, não apenas no campo socioeconómico, mas também a nível cultural, proporcionando diversas formações, visitas guiadas a exposições, e oficinas. Para 2017, os desafios nesta área serão ainda maiores.

A participação nesta rede é um projeto da área de educação e cultura da Câmara Municipal de Lagoa com vista a fomentar a partilha de projetos a nível nacional e internacional, de participar numa política de diálogo com outras cidades membros, participar em conferências, partilhar interesses comuns e fazer parte de uma rede dinâmica de parcerias com vista ao desenvolvimento de instrumentos para encorajar e reconhecer o progresso na construção de cidades de aprendizagem.

De recordar que o plano de atividades do corrente ano, subordinado ao tema “Das artes ao artesanato contemporâneo, tem valorizado a educação e cultura permanente, sendo que no ano contíguo o tema a ser abordado será “Educar para a Cidadania através da Educação, Cultura e envolvimento comunitário” apostando fortemente na componente educativa e civil.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*