Ribeira Chã recebe o I Festival dos Inhameiros

Capa Festival dos Inhameiros

A associação Filhos da Terra em parceria com a Câmara Municipal de Lagoa irão organizar, a 16 e 17 de julho, a primeira edição do Festival dos Inhameiros, na Ribeira Chã, com o objetivo da reparação urgente da torre sineira da Igreja de São José.

Inaheiros é a alcunha que ganharam, há algum tempo, os habitantes da pequena freguesia da Ribeira Chã, no concelho da Lagoa, pela cultura do inhame, que por sinal é de grande qualidade e sabor. Este foi o mote para que a, recém criada, Filhos da Terra – Associação Sóciocultural e de Desenvolvimento Local ter a iniciativa de criar um festival gastronómico e musical nesta localidade, revela uma nota enviada à nossa redação.

Segundo a organização, inicialmente este seria um festival apenas com o intuito de promover a gastronomia e a própria freguesia da Ribeira Chã. No entanto a ideia ganhou os contornos de angariação de fundos quando foi dado a saber que a torre sineira necessitava de reparação urgente devido ao seu avançado estado de degradação, fruto dos seus quase cinquenta anos de existência, exposta aos agentes climatéricos. Assim sendo, os responsáveis pela associação decidiram que este evento deveria ter como finalidade o financiamento de tal obra, que está orçamentada em nove mil euros.

A ideia foi apresentada à Presidente da Câmara Municipal de Lagoa que prontamente abraçou o projeto tornando-se assim a Câmara parceira fundamental na organização deste primeiro Festival dos Inhameiros. Do mesmo modo várias instituições locais, empresas, meios de comunicação social, assim como a população, associaram-se prontamente, contribuindo desta forma para o bom sucesso do evento, a realizar a meio de Julho.

Esta primeira edição terá várias vertentes para quem visitar a Ribeira Chã a 16 e 17 de julho.

Na gastronomia o inhame será o rei da festa, aparecendo confecionado de várias formas tais como a Sopa de Inhame, cozido ou frito, sempre bem acompanhado pelo peixe grelhado e a salsicharia típica dos Açores, entre outros petiscos regionais. Está também prevista a gastronomia típica da Ribeira Chã com especial destaque para Sopa de Netos. Não faltarão como sobremesa as malassadas e outros doces que irão surpreender os muitos convivas que se espera que apareçam no local nestes dois dias. Irá decorrer em simultâneo um Concurso de Sobremesas sendo as mesmas mais tarde leiloadas a favor da festa.

A música será também uma constante e pelo palco principal irão passar vários artistas com especial destaque para o grupo da casa os “Filhos da Terra”, que se têm revelado embaixadores da Ribeira Chã e que nesta data comemoram o seu terceiro aniversário.

No espaço do Festival do Inhanheiro, que se irá realizar junto à Igreja de São José, os visitantes terão oportunidade de apreciar o artesanato local e de algumas entidades convidadas, sendo uma boa oportunidade para os turistas e emigrantes levarem uma boa recordação das nossas bonitas ilhas. Outras atividades estão a ser preparadas com outros parceiros. Podemos já aqui desvendar que os Escuteiros da Ribeira Chã terão um importante papel na animação do local.

Aproveitando estes dois dias de festa o Centro social e Paroquial da Ribeira Chã irá abrir os museus e promover visitas guiadas a quem nos visita sendo esta uma oportunidade a não perder para conhecer o valioso espólio museológico que a Ribeira Chã detém.

No domingo, 17 de julho, acontecerá também a entrega dos troféus do I Torneio de Pesca Desportiva organizado pelas Filhos da Terra, que tem a sua segunda prova domingo próximo.

Para além do grande objetivo, este evento tem também como finalidade a promoção local e o envolvimento das suas gentes na organização e promoção local muito importante no progresso de qualquer localidade. Para os dirigentes da associação Filhos da Terra este é um passo em frente no desenvolvimento local tendo como agentes principais os próprios habitantes em parceria com as entidades publicas e privadas.

DL/AFT

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*