Unidades de Saúde Familiar vão aumentar cobertura de médicos de família

Unidades de Saúde Familiar vão aumentar cobertura de médicos de família

O candidato do PSD/Açores a presidente do governo, Duarte Freitas, reafirmou o seu compromisso de criação das Unidades de Saúde Familiar, cujo objetivo é aumentar a cobertura de médicos de família e que já existem com “sucesso” no continente.

“Há 50 mil açorianos sem médico de família. Já propusemos uma solução para ajudar a resolver o problema a prazo e não de imediato, porque nestas matérias não há varinhas condão. Uma das soluções passa pela criação das Unidades de Saúde Familiar”, afirmou Duarte Freitas, após uma visita ao centro de saúde da Madalena, na ilha do Pico.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, o líder dos social-democratas açorianos salientou que as Unidades de Saúde Familiar “são uma experiência de sucesso já testada a nível nacional”, pois permitem “aumentar a cobertura de médicos de família, prestar melhores serviços aos cidadãos e até poupar em termos financeiros”.

“Com as Unidades de Saúde Familiar vamos conseguir a prazo resolver este drama da falta de médicos de família. É uma das apostas de um governo do PSD/Açores e que a partir de outubro esperamos implementar a bem dos açorianos, resolvendo o que está mal na Saúde e mantendo aquilo que está bem”, garantiu.

As Unidades de Saúde Familiar são equipas constituídas por médicos, enfermeiros e pessoal administrativo, que não necessitam de edifícios ou novas infraestruturas para funcionar e com as quais o Serviço Regional de Saúde celebra contratos por objetivos.

Trata-se de um modelo de prestação de cuidados primários de saúde que integra equipas de vários profissionais – médicos, enfermeiros e administrativos –, numa gestão por objetivos em que se incentiva o desempenho dos profissionais para a obtenção de resultados.

Este modelo permite que, com profissionais motivados, possam ser prestados serviços de saúde de qualidade, através da celebração de contratos-programa em que se definem as metas a atingir, como o número de consultas a efetuar, a cobertura em vacinação, os níveis a atingir em termos de rastreio de diferentes formas de cancro ou os cuidados ao domicílio.

Com as Unidades de Saúde Familiar há uma diminuição de custos na prescrição de medicamentos, é menor o número de exames pedidos e diminuem as idas às urgências hospitalares, dado que os doentes passam a ser mais acompanhados.

Em relação ao centro de saúde da Madalena, Duarte Freitas defendeu que uma infraestrutura “com esta capacidade tem que ter cuidados de saúde diferenciados” e garantiu que é nisso que um governo do PSD/Açores “vai apostar, cumprindo algumas promessas que outros fizeram e continuam por cumprir”.

“Não podemos também esquecer a proximidade que tem de haver numa ilha com a dimensão do Pico para que os cuidados de saúde possam estar próximos das pessoas. Na ilha do Pico queremos continuar o que está bem feito e melhorar o que está mal ou ainda não foi feito”, disse.

O candidato do PSD/Açores a presidente do governo deixou ainda um elogio a todos os profissionais do Serviço Regional de Saúde, que apesar das dificuldades “vão muito além das suas obrigações e resolvem problemas a muitos utentes, revelando um grande sentido humano”.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*