‘Rota dos 20’ envolveu 70 eco-escolas e todos os municípios dos Açores

‘Rota dos 20’ envolveu 70 eco-escolas e todos os municípios dos Açores

A ‘Rota dos 20’, que assinala as duas décadas da implementação deste programa em Portugal, teve início em janeiro e envolveu, ao longo dos últimos cinco meses, cerca de sete dezenas de estabelecimentos de ensino e todos os municípios da Região.

Segundo o executivo regional, a iniciativa, promovida pelo Governo dos Açores e pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), teve início a 20 de janeiro, em S. Miguel, com a cerimónia de entrega dos galardões Eco-Escolas aos estabelecimentos galardoados em 2015.

As passagens de testemunho e os contributos dos alunos prosseguiram depois nas ilhas de Santa Maria, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico, Faial e Flores, tendo agora terminado no Corvo, onde os alunos da Eco-Escola Mouzinho da Silveira apresentaram propostas ao município para uma maior mobilidade sustentável, que é o tema central da ‘Rota dos 20’.

Nesse sentido, as eco-escolas foram desafiadas a identificar problemas e a apresentar junto dos respetivos municípios propostas de melhoria para a mobilidade sustentável nos perímetros dos estabelecimentos de ensino.

A criação de ciclovias e de parques para bicicletas, o melhoramento dos passeios, a instalação de abrigos para peões nas paragens de autocarro e a criação de passeios marítimos foram algumas das sugestões apresentadas.

O Eco-Escolas é uma iniciativa internacional que pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, sendo o mais antigo dos programas de educação ambiental e para o desenvolvimento sustentável implementados nos Açores, através do protocolo estabelecido entre a Região e a ABAE.

Na primeira edição, em 1999/2000, apenas quatro escolas açorianas receberam esta distinção, mas no ano letivo 2014/2015 a taxa de implementação atingiu 31%, mais do dobro da média nacional, que se cifrou em 14%.

A ABAE faz parte da Fundação para a Educação Ambiental (FEE), que agrupa entidades internacionais que, em conjunto, promovem atividades de sensibilização e educação para o desenvolvimento sustentável em mais de 60 países.

As iniciativas de educação ambiental e para o desenvolvimento sustentável desenvolvidas pela ABAE são, além do Eco-Escolas, os programas Bandeira Azul, Jovens Repórteres para o Ambiente, Chave Verde e, a nível nacional, o ECOXXI, direcionado para municípios.

Todos estes programas, que apresentam galardões que premeiam boas práticas ambientais, com exceção do Jovens Repórteres para o Ambiente, que é um concurso, são coordenados e representados nos Açores pela Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente, através da Direção Regional do Ambiente, que tem assento nas respetivas comissões nacionais.

A implementação e promoção são operacionalizadas com o apoio da Rede Regional de Ecotecas e dos Parques Naturais de Ilha dos Açores.

A coordenação regional do programa Bandeira Azul é da competência da Direção Regional dos Assuntos do Mar, da Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia.

DL/Gacs

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*