“Efeito da sazonalidade no turismo tem vindo a ser atenuado ao longo desta legislatura”

Efeito da sazonalidade no turismo tem vindo a ser atenuado ao longo desta legislatura

O Governo dos Açores tem vindo a trabalhar para atenuar os efeitos da sazonalidade no setor do turismo e esse trabalho, desenvolvido em conjunto entre entidades públicas e privadas, tem vindo a dar frutos, afirmou hoje o Secretário Regional do Turismo e Transportes.

Segundo o executivo regional, Vítor Fraga, que falava, na Horta, na apresentação do 3.º Azores Trail Run, salientou que os Açores registaram um crescimento de 180 mil dormidas do Inverno IATA 2012/2013 para o período homólogo de 2015/2016, o que representa um aumento de cerca de 95%.

O Secretário Regional frisou que a atenuação da sazonalidade “era um objetivo político assumido por este Governo”, mas acrescentou que “tudo isto não é um ponto de chegada, é um ponto de partida”.

O Secretário Regional salientou que, ao longo desta legislatura, o Governo dos Açores tem efetuado uma forte aposta na qualificação da rede homologada de trilhos pedestres, que conta já com cerca de oito dezenas de percursos em todas as ilhas, que ultrapassam os 800 quilómetros.

Esta aposta passa, por exemplo, pelo desenvolvimento das ‘Grandes Rotas’, “uma novidade que foi introduzida nesta legislatura e que, depois das já existentes no Faial e em Santa Maria, vão abrir, a muito curto prazo, a das Flores e a de São Jorge, seguindo-se, mais para o final do ano, a Grande Rota da Graciosa”.

“Tudo isto tem contribuído para que o setor do turismo viva uma nova dinâmica e o ano de 2015 se tenha afirmado como o melhor ano de sempre”, afirmou.

O titular da pasta do Turismo frisou que, no caso concreto do Faial e no decorrer desta legislatura, foi registado “um crescimento global, olhando para todas as tipologias de alojamento que existem, desde a Hotelaria Tradicional (HT), o Turismo em Espaço Rural (TER) e o Alojamento Local (AL), o que dá bem mostra do impacto que o setor tem tido ao nível do desenvolvimento económico, quer no global da Região, quer em concreto na ilha do Faial, com um crescimento de 32% em três anos”.

Para Vítor Fraga, há um outro indicador que se deve ter em linha de conta, recordando que o ano de 2015 foi marcado pelo novo modelo de acessibilidades e pela revisão das Obrigações de Serviço Público interilhas, tendo o número de passageiros desembarcados crescido consideravelmente em todas as ilhas.

Nesse sentido, apontou os exemplos de São Jorge, onde este número cresceu 16,6% apenas no primeiro quadrimestre deste ano, do Pico, onde o número de passageiros desembarcados cresceu 16%, das Flores, onde cresceu 7,8%, do Corvo, onde aumentou 18,4% e da Horta, onde cresceu 21,4%, ou seja, mais 4.178 passageiros desembarcados só na ‘Ilha Azul’.

O Secretário Regional do Turismo e Transportes lembrou, no entanto, que o trabalho desenvolvido não se fica por aqui, uma vez que “nos meses de julho e agosto, haverá um reforço do número de lugares, ao nível das acessibilidades com o continente português, que é a oferta pública que está hoje publicada, disponível para aquisição, de mais 2.800 lugares e, no âmbito da revisão das novas Obrigações de Serviço Público no transporte aéreo interilhas, as ligações com o Faial aumentaram 35.897 lugares”.

O Governo dos Açores, frisou Vítor Fraga, “definiu para esta legislatura que, ao nível da promoção e apoio a eventos, estes deviam ter duas caraterísticas fundamentais”, ou seja, por um lado, “assegurar a promoção da Região junto dos principais mercados emissores” e, por outro lado, “contribuir para a captação direta de fluxos turísticos”.

“Em 2014, tivemos 14 nacionalidades e 211 participantes, em 2015 mantivemos as 14 nacionalidades mais já tivemos 500 participantes e este ano crescemos para 29 nacionalidades e mais de 750 participantes”, adiantou Vítor Fraga, para quem “o Azores Trail Run tem-se afirmado pela qualidade e pela capacidade que toda a sua equipa organizativa tem tido de o afirmar, quer no contexto nacional, quer no contexto internacional”.

Vítor Fraga deixou um agradecimento à equipa que está na origem do Azores Trail Run pelo contributo que tem dado para a promoção e qualificação do Destino Açores e ainda o reconhecimento e agradecimento pelo trabalho que tem feito para a realização do Triangle Adventure, que se realiza em novembro, assim como do Columbus Trail Run, que se realiza em Santa Maria, “contribuindo de uma forma decisiva para a consolidação deste tipo de atividade e para a valorização de um dos nossos principais produtos, que é a rede de trilhos pedestres”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*