Quarta edição do Azores Fringe iniciou no Vulcão dos Capelinhos

Grupo de danna Corpo em Movimento  Enlaços de Lava, no Vulcao dos Capelinhos

O festival internacional de artes, Azores Fringe, lançou a sua quarta edição no Vulcão dos Capelinhos.

O programa, que consiste de eventos nas 9 ilhas dos Açores, até a 30 de junho, para além de ter a participação de trabalhos e artistas de todas as ilhas do arquipélago regional, também regista a participação de várias regiões do continente português e de 32 países. O trabalho de 220 artistas marca esta explosão artística dos Açores para o mundo.

Artistas das ilhas do Faial e do Pico foram destacados neste passado fim-de-semana, assim marcando a estreia oficial da associação MiratecArts na ilha do Faial. Filipe Menezes, o vereador da cultura da Câmara Municipal da Horta, referiu que “este é um início da parceria com a MiratecArts, que desejamos continuar no futuro.” Entre portugueses, a ilha do Faial vai dar as boas-vindas a artistas do Uruguai, Canadá, Holanda e Inglaterra. Um evento especial, a acontecer a 22 de junho no Teatro Faialense, será a receção do escritor, vencedor de Óscar, Christopher Hampton, que nasceu na ilha há 70 anos e volta, pela primeira vez desde criança.

Em representação do Presidente do Governo Regional dos Açores, o Diretor Regional da Cultura, Nuno Lopes, expressou que o trabalho desenvolvido pela MiratecArts, liderado pelo seu diretor artístico Terry Costa, é muito importante não só para os artistas participantes mas para todos os Açores. O Diretor Regional destacou ainda o Azores Fringe como o programa mais abrangente de várias formas de apresentações artísticas.

Por sua vez, Terry Costa apresentou a artista Helena Amaral que abriu a exposição dos Sorrisos de Pedra, patente no Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos e que se manterá até ao aniversário do vulcão, no final de setembro. Esta é a primeira vez que a exposição ambulante, dos trabalhos esculpidos nas bombas de lava do Pico, saíram da ilha montanha.

O vencedor do Prémio de Música MiratecArts 2016, Prozac Camel, apresentou novas músicas incluindo a peça galardoada Imaginary Friends. O grupo de dança faialense, Corpo em Movimento, liderado pela coreografa Diva Silva estreou a peça Enlaços de Lava no icónico Centro do Vulcão dos Capelinhos.

Esta primeira semana de programação acontece na ilha do Faial e nas Flores, com o encontro de escritores. O epicentro do festival, na Madalena do Pico, abre portas a 1 de junho, encerrando na Câmara Municipal da Madalena a 30 de junho. 

DL/AF

 

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*