Duarte Freitas vai integrar Comunidades na secretaria da Economia

DUARTE-FREITAS

O candidato do PSD/Açores a presidente do governo, Duarte Freitas, garantiu que vai integrar a direção regional das Comunidades na secretaria da Economia, alegando que há “muitas oportunidades” económicas na diáspora açoriana.

“Comigo presidente do governo regional dos Açores, a direção regional das Comunidades estará integrada na secretaria da Economia. Nas comunidades açorianas nos Estados Unidos e Canadá há muitas oportunidades para os Açores. Como também nos Açores há muitas oportunidades para a nossa diáspora”, afirmou Duarte Freitas, que discursava na palestra “Geopolítica Europeia: a Ultracentralidade dos Açores”.

O líder dos social-democratas açorianos salientou que pretende “introduzir na governação dos Açores esta nova dimensão de ver nas nossas comunidades [emigrantes] um espaço de plataforma económica e de interesse para ambas as partes”.

“Temos que ir além da dimensão cultural e histórica, que é muito importante, do relacionamento com as comunidades emigrantes. Não nos podemos deter aí. Na nossa diáspora há muitas oportunidades económicas”, sublinhou.

Duarte Freitas referiu que “os Açores, dada a sua relação privilegiada com os Estados Unidos da América, têm que trabalhar muito mais na procura de oportunidades para incrementar as trocas comerciais”.

“Não podemos ficar apáticos. Ninguém fará por nós o nosso trabalho de casa”, frisou.

O presidente do PSD/Açores defendeu que é necessário “trabalhar em conjunto com as autoridades portuguesas e americanas para que, depois de devidamente certificados pela Food and Drug Administration, os produtos açorianos possam ser exportados”.

“Desta forma passaremos a ter uma verdadeira relação comercial que ajuda a criar riqueza e emprego nas nossas nove ilhas. A Irlanda fê-lo e com
sucesso, exportando hoje muita da sua carne de bovino para os mercados dos Estados Unidos”, afirmou.

Para o líder social-democrata, os Açores “não têm que permanecer amarrados exclusivamente à utilidade militar das nossas ilhas, no âmbito da política internacional”.

Duarte Freitas propôs também que a Universidade dos Açores seja apoiada no sentido de “retomar o seu importante papel na sensibilização das instâncias internacionais, como em tempos foi feito pelo Centro de Relações Internacionais e Estratégia, fundado pelo saudoso Professor José Enes”.

O presidente do PSD/Açores defendeu ainda que a Região “pode ser um laboratório privilegiado para a investigação e experimentação, enquadrado nas relações entre a União Europeia e os Estados Unidos da América”.

“A exploração das potencialidades da nossa Zona Económica Exclusiva poderá ser feita no âmbito da cooperação com os Estados Unidos, o Canadá e a União Europeia”, disse Duarte Freitas.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*