Azores Airlines Rallye demonstra capacidade dos Açores para “organizar eventos à escala global”

Vitor Fraga governo Açores turismo Azores Airlines Rallye

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou que o Azores Airlines Rallye, o maior evento desportivo que se realiza no arquipélago e que se traduz numa parceria de sucesso entre o Grupo Desportivo Comercial e a Eurosport, “demonstra de uma forma inequívoca a capacidade que a Região tem para organizar eventos à escala global”.

Para Vítor Fraga, que falava no NONANGON – Parque de Ciência e Tecnologia de S. Miguel, na apresentação do agora denominado Azores Airlines Rallye, esta 51.ª edição da prova representa “um novo tempo” para o Azores Airlines Rallye, mas também para quem lhe dá o nome, ou seja, a Azores Airlines e o Grupo SATA.

Esta parceria, salientou o Secretário Regional, “demonstra, mais uma vez e bem, que há um alinhamento estratégico, de sintonia perfeita, entre o patrocinador e aquilo que é a prova”, acrescentando que esta é também “uma prova de visão estratégica para o futuro, de continuar a aposta nesta prova que traz à companhia uma projeção mediática que dificilmente seria alcançada por outros meios”.

O titular da pasta do Turismo frisou ainda que o Azores Airlines Rallye é um evento que “tem potenciado um retorno, seja por via direta, seja por via indireta, nomeadamente através da promoção e da projeção que atinge ao nível da difusão através dos canais de televisão”, entre os quais o Eurosport, refletindo “uma aposta continuada da Região em potenciar eventos de elevado nível, como este, numa perspetiva de maximizar todo o retorno que advém do investimento feito ao longo dos anos”.

Para Vítor Fraga, este é “um evento que se enquadra numa estratégia definida ao nível do desenvolvimento do setor do turismo, que foi consolidada ao longo destes últimos quatro anos, no primeiro mandato deste Governo, em que assumimos claramente quais eram os objetivos ao nível da promoção deste tipo de eventos, ou seja, eventos que nos garantissem dois tipos de retorno: um diretamente associado à captação de fluxos turísticos para a Região e outro que potenciasse o efeito de multiplicar a notoriedade da Região junto dos nossos principais mercados emissores”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*