Sustentabilidade do Serviço Regional de Saúde permite estar na linha da frente nos tratamentos inovadores

Luis Cabral saude Açores Hospital Ponta Delgdada

O Secretário Regional da Saúde afirmou, em Ponta Delgada, que o programa de implementação de novos sistemas de ‘pacing’, nomeadamente do sistema MICRA, é o reflexo do que permite a sustentabilidade e a autonomia do Serviço Regional de Saúde.

Luís Cabral, que falava no Serviço de Hemodinâmica do Hospital do Divino Espírito Santo, onde esta técnica foi aplicada pela primeira vez a nível regional, frisou que se trata de “um grande avanço e um enorme orgulho para o Serviço Regional de Saúde”.

O sistema de ‘pacing’ MICRA é inovador em relação aos sistemas atualmente disponíveis, principalmente no que respeita ao tamanho do ‘pacemaker’, que é mais pequeno e posicionado diretamente no interior do coração.

O aparelho é implantado por via percutânea, apenas com pequena incisão na região inguinal, dispensando o uso de elétrodos e gerador externo.

Para Luís Cabral, o procedimento realizado sexta-feira no Hospital de Ponta Delgada demonstra “claramente a capacidade do Serviço Regional de Saúde de corresponder ao avanço tecnológico que se verifica na área da Medicina”.

Nesse sentido, salientou que o processo de restruturação do Serviço Regional de Saúde permitiu que os Açores estejam “na linha da frente em relação a técnicas inovadoras como esta”.

DL/Gacs

Categorias: Saude

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*