Nonagon recebe Incubadora de empresas Go On

Sergio Avila inauguração incubadora empresas Nonagon

No âmbito da inauguração da incubadora de empresas Go On no Parque de Ciências e Tecnologia de São Miguel – Nonagon, na Lagoa, o Vice-presidente do Governo, Sérgio Ávila, em declarações à Comunicação Social, salientou que o Governo definiu uma “estratégia para implementar e estamos a implementar nos Açores, em que assenta na criação de condições de apoio ao desenvolvimento de novas empresas”.

Segundo Sérgio Ávila, as empresas terão neste espaço de incubação todas as condições para o seu desenvolvimento, “para transformar uma boa ideia de negócio numa boa empresa”.

A incubadora Go On inaugurada esta quarta-feira, dia 4 de maio, no Nonagon, é a primeira incubadora no âmbito da Rede Regional de incubadoras, sendo que oito empresas ocupam a totalidade do espaço previsto e três dessas mesmas empresas são vencedoras do Concurso Regional de Empreendedorismo.

“As empresas que venceram os últimos três anos o Concurso Regional de Empreendedorismo já estão em atividade económica, já estão em atividade empresarial. E o que nós queremos é que um ambiente que permita conciliar os conhecimentos e a interligação com a investigação, com o meio cientifico, com o meio de ensino, com a realidade empresarial”, referiu o Vice-presidente do Governo Regional.

Para que estas empresas tenham sucesso neste espaço, o Governo Regional criou condições adicionais de apoio a nível de infraestruturas de sinergias, para que as empresas logo à nascença sejam devidamente acompanhadas, devidamente auxiliadas e depois “evidentemente quando crescerem irão para outros espaços, irão desenvolver a sua própria atividade noutros espaços”, afirmou Sérgio Avila.

Assim sendo, no inicio da atividade, as empresas na incubadora são protegidas com o “espirito de incubação” que permite a partilha de conhecimento cientifico, permite a partilha de conhecimento com as próprias instituições de ensino e têm a complementaridade com outras empresas de maior dimensão que já estão instaladas.

Consequentemente, a estratégia Regional assenta na criação de três incubadoras de base tecnológica, a Go On no Nonagon, ligada às tecnologias de informação e de comunicação, outra que será instalada na Ilha Terceira, relacionada às tecnologias de satura-agroalimentar e agrícola e uma última no Faial conexa às tecnologias no âmbito das ciências no mar.

Por outro lado, o objetivo do Governo Regional será de criar mais três incubadoras de âmbitos temáticos, nomeadamente uma na Ilha de São Miguel ligada ao artesanato, outra na Ilha Terceira com uma incubadora no âmbito da Base das Lajes e uma em Santa Maria.

Finalmente, segundo declarações de Sérgio Ávila, o Governo Regional irá apoiar a criação de incubadoras de âmbito local em cada um dos Concelhos dos Açores, de acordo com as iniciativas por parte dos Municípios.

“A proteção é criar aqui as condições com preços simbólicos, onde têm acesso a todas as infraestruturas que o Parque disponibiliza, reduz os seus custos”, sendo que são custos partilhados. Esse sistema permite que as empresas no espaço de 18 meses possam partir para o desenvolvimento da sua atividade noutro espaço, sendo assim um “espírito de proteção das empresas que nascem”.

“Esta incubadora ligada às tecnologias e às tecnologias de informação e comunicação é a área mais competitiva à escala mundial, ou seja, é o espaço onde as empresas estão inseridas é indiferente, estão a competir com todas as outras empresas do mundo, em qualquer local onde elas estejam”, realçou o Vice-presidente do Governo.

DL/AS

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*