Os Açores têm todas as condições para serem um ‘arquipélago inteligente’

Vitor fraga governo açroes Lagoa smart City

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou, na Lagoa, em S. Miguel, que os Açores “reúnem todas as condições” para se tornarem num ‘arquipélago inteligente’.

Vítor Fraga na conferência ‘Lagoa Smart City 2020’, a que presidiu em representação do Presidente do Governo.

“Não perdendo a noção de que o conceito de ‘smart city’ e de’ smart community’ está intimamente ligado às tecnologias de informação e comunicação, estas são instrumentos para que no nosso dia-a-dia sejamos mais capazes de gerar dinâmicas sustentáveis ao nível empresarial, social e ambiental”, frisou o titular da pasta das Comunicações.

Para Vítor Fraga, “se queremos promover os Açores como destino sustentável, temos de ser os primeiros a agir como tal”.

“Nos próximos anos, entendemos que deve ser lançado um conjunto de medidas que promovam uma maior integração das tecnologias da Internet das coisas (IoT) nos diversos produtos e serviços do setor do turismo para complemento da informação pertinente, para disseminação de novos serviços e para proporcionar maior rentabilidade aos agentes do setor, com o objetivo único de gerar riqueza, preservar e criar mais postos de trabalho”, frisou.

Para o Secretário Regional, “esta maior e melhor integração irá gerar, naturalmente, um volume de dados significativo que, devidamente analisados, permitirá um melhor processo de decisão”.

Vítor Fraga frisou que é com este sentido muito prático que devem ser orientadas as ações futuras, acrescentando que é “devidamente ancorado em documentos estratégicos alinhados com as orientações europeias” que defende “a sustentabilidade ambiental como umas das marcas impressivas que norteiam a nossa forma de estar e de promover a Região como destino turístico”.

O Secretário Regional salientou que o Executivo “assumiu, desde há muito, estas prioridades, com as quais tem pautado a sua ação e o seu investimento, por isso, identifica-se com todos os projetos que estão e vierem a ser desenvolvidos nos Açores para a implementação de cidades açorianas inteligentes”.

Nesse sentido, garantiu que todos podem contar com o Governo dos Açores, que também conta com todos “para a construção de um arquipélago verdadeiramente inteligente”.

Para Vítor Fraga, ao assumir o objetivo de se transformar em ‘smart city’, a Lagoa “revela uma ambição e uma visão que partilhamos, apoiamos e com a qual naturalmente nos congratulamos”, sendo este rumo ”marcado pelo inconformismo, pela inquietude, pela ambição, pelo espírito empreendedor e competitivo que queremos que os Açores prossigam”.

DL/Gacs

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*