Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, celebra o seu 423º aniversário

Lagoa-Praça-Rosario

A Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, na Lagoa, irá assinalar o seu 423º aniversário no dia 5 de abril. Assim sendo, para celebrar essa data importante vários eventos irão decorrer do dia 5 de abril a 16 de outubro.

No âmbito das comemorações, no dia 5 de abril, pelas 20h00, a Banda Filarmónica Lira do Rosário irá atuar, seguida da intervenção das Entidades com o executivo liderado por Gilberto Borges, a homenagear com a atribuição da Medalha de Mérito da Freguesia, nomeadamente a Banda Lira do Rosário, os pescadores António Pacheco e João Carlos Caetano.

Para encerrar esse primeiro dia de festejos, as 21h15 terá lugar um concerto do Orfeão da Nª. Sª. Do Rosário e um convívio entre homenageados, convidados e trabalhadores da Junta de Freguesia.

De salientar, do dia 6 a 9 de abril, no Centro Convívio da Lira do Rosário, decorrerá um torneio de Sueca e de Dominó, torneio este que irá recomeçar do dia 12 a 16 de abril.

Por outro lado, no Salão da Igreja do Rosário estará patente, a partir do dia 11 de abril, a exposição fotográfica sobre o tema “Pormenores das Habitações na Lagoa”.

Para finalizar a comemoração deste 423º aniversário, dois torneios de pesca desportiva serão realizados, nomeadamente de 3 a 17 de julho, com a prova de pesca de Peixe-Rei e a 16 de outubro com a prova de pesca de Sargos.

O Presidente da Junta de Freguesia do Rosário, Gilberto Borges, que falava ao Diário da Lagoa, no âmbito deste aniversario, salientou algumas dificuldades e necessidades que a Freguesia apresenta, nomeadamente, mais estacionamentos no centro do Rosário e “mais uma creche seria o ideal”.

Por outro lado, segundo o mesmo, o Porto de Pesca da Lagoa “não está a servir em condições os pescadores da Lagoa”, sendo estes pescadores obrigados a colocar os seus barcos em Ponta Delgada.

Outras das ambições que o presidente pretende, é a realização das obras na Rocha Quebrada e no passeio marítimo, do Portinho de São Pedro até à Pousada da Juventude de Lagoa.

Segundo Gilberto Borges, as casas do Rosário estão sobre-lutadas, com pais, filhos e netos a viverem nas mesmas casas, sendo um dos objetivos da Freguesia, a recuperação e remodelação das casas abandonadas.

Finalmente, no que diz respeito ao combate do desemprego, para Gilberto Borges a solução passaria pelo turismo, com mais restaurantes, comércios, equipamentos, “atrações turísticas”, sendo o “ideal um hotel de média dimensão”.

DL/AS

Categorias: Local

Deixe um comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*