Exposição “Natália Correia – A Feiticeira Cotovia”

Exposição “Natália Correia – A Feiticeira Cotovia”

“Natália Correia – A Feiticeira Cotovia” é o título da exposição que está patente ao público, desde esta quarta-feira, dia 9 de março e até 29 de abril, no Centro de Estudos Natália Correia (CENC), na Fajã de Baixo.

Segundo a autarquia, a exposição, que já percorreu as nove ilhas dos Açores, homenageia a grande poetisa nascida na freguesia da Fajã de Baixo (Natália Correia faleceu a 16 de março de 1993, em Lisboa) foi inaugurada esta terça-feira – Dia Internacional da Mulher – e surge na sequência de uma parceria entre a Autarquia, o Governo dos Açores e o Museu Carlos Machado.

Trata-se de uma exposição itinerante, organizada pelo Governo dos Açores em 2013, para assinalar o 90.º aniversário do nascimento de Natália Correia e os 20 anos sobre a sua morte.

Na mostra, que agora pode ser apreciada no Centro de Estudos Natália Correia, podem ser apreciados painéis divididos em quatro núcleos, algumas obras artísticas da autora, como o seu autorretrato de 1965 e um retrato de Manuel de Lima, além de reproduções de várias fotografias da poetisa.
Na inauguração da exposição, o Vice-presidente da Câmara, Fernando Marques Fernandes, considerou Natália Correia como uma “mulher provocadora num país amorfo do tempo da ditadura paroquial e desafiadora da moral e dos bons costumes”.

Fernando Marques Fernandes adiantou que Natália Correia foi “intrépida, iconoplasta quanto baste e subversiva, como os grandes poetas devem ser”, adiantando que a inauguração de “Natália Correia – A Feiticeira Cotovia” não podia surgir num melhor dia – o Dia Internacional da Mulher”.

Por último, enalteceu a parceria entre a Autarquia, o Museu Carlos Machado e a Direção Regional da Cultura, através da qual a mostra sobre a maior poetisa açoriana, nascida na Fajã de Baixo, está agora patente num espaço municipal.

DL/CMPD

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*