Faleceu Manuel Clemente Almeida vítima de doença

Manuel Clemente Almeid faleceu Ribeira Chã Lagoa açores

Manuel Clemente, como era conhecido por todos, deixa a Ribeira Chã muito mais pobre com a sua partida. Um homem culto, inteligente e um grande contador de histórias, especialmente as ligadas à Ribeira Chã.

Para além de ter sido um comerciante respeitado, Manuel Clemente confunde-se com a própria história da da Ribeira Chã, que este ano completará o seu 50º aniversário, evento este que não será o mesmo sem a sua presença. Foi ele que, em 1966, esteve ao lado do Padre Flores lutando para que a Ribeira Chã fosse hoje freguesia.

Dedicou a sua vida ao serviço dos outros tendo sido um dos “braços direitos” do Padre João Caetano Flores. Desempenhou diversas funções sociais, e ainda desempenhava algumas, tanto na Comissão Fabriqueira como no Centro Social e Paroquial. Também no passado foi uma destacada personalidade no poder local, até mesmo antes da Ribeira Chã ser freguesia, numa época onde tudo era mais difícil e escasso. Muito do legado histórico e desenvolvimento local deve-se a ele que nunca se esquivou a lutar pelo progresso da sua amada terra.

Apesar da idade e das mazelas da vida continuava a ser uma das mais importantes figuras da comunidade e era habitual vê-lo calmo e paciente sempre atarefado nas lides religiosas, na Igreja local. Com voz serena e gestos simples sabia ouvir e principalmente dar um bom conselho a quem lhe pedia.

Espera-se que o seu nome seja perpetuado para memória futura, como exemplo de cidadania para as gerações futuras, através de uma justa homenagem por parte dos responsáveis da comunidade.

O funeral irá realizar-se esta quarta-feira, dia 9 de março, pelas 16 horas, na Igreja de São José, na Ribeira Chã.

À família enlutada e a toda a comunidade os sentidos sentimentos de pesar por esta perda.

DL/José Pacheco/ Azores Today

Categorias: Local, Necrologia

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*