Identificadas várias espécies com maior potencial para aquacultura nos Açores

Fausto Brito Abreu Aquacultur Madeira Açroes

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou, na Madeira, que está “otimista” em relação ao desenvolvimento de projetos com espécies com “maior potencial para a aquacultura nos Açores”.

Fausto Brito e Abreu falava durante uma visita ao complexo ‘offshore’ do Campanário, na Ribeira Brava, constituído por seis jaulas destinadas à aquacultura do lírio.

“Estas jaulas conseguem suportar ondas até 15 metros”, salientou o Secretário Regional, considerando ser “muito interessante” para os cientistas e empresários poderem ver como, num sítio onde se regista mau tempo comparável ao que existe nos Açores, é “possível produzir espécies como o lírio”.

Brito e Abreu afirmou que “nos Açores há zonas com potencial para instalar jaulas ‘offshore’ semelhantes”, acrescentando que também “há condições para, em terra, juntamente com o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, fazer o desenvolvimento de larvas de espécies com mais valor comercial, que podem ser criadas com viabilidade económica e que têm grande procura no mercado internacional”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*