Segunda fase do Roteiro ‘Faz Acontecer Açores’ arranca quarta-feira em São Miguel

Alunos escola mochils

O Roteiro ‘Faz Acontecer Açores’ arranca esta quarta-feira, 27 de janeiro, em São Miguel, e vai percorrer as escolas que integram este ano o programa ‘Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso’, abrangendo cerca de 1.550 alunos nas oito sessões que vão decorrer nas ilhas de São Miguel e Graciosa nesta segunda fase.

Segundo nota do executivo regional, a iniciativa, integrada na segunda visita de acompanhamento da quinta edição do programa ‘Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso’, pretende, através do testemunho do jovem empreendedor André Leonardo, realizar um momento motivacional destinado aos alunos do ensino secundário e profissional.

Nesse sentido, nas palestras motivacionais, André Leonardo vai explicar porque decidiu e como conseguiu dar a volta ao mundo e escrever um livro sobre como fazer acontecer projetos.

Na ilha de São Miguel, as sessões vão decorrer nas escolas secundárias das Laranjeiras e Domingos Rebelo, a 27 de janeiro, na Escola Básica e Secundária de Vila Franca do Campo e na Escola Secundária Domingos Rebelo, a 28 de janeiro, e na Escola Básica e Secundária do Nordeste e na Escola Secundária da Ribeira Grande, a 29 de janeiro.

No dia 1 de fevereiro, terá lugar uma sessão na Escola Básica e Secundária da Graciosa, encerrando este roteiro a 2 de fevereiro no Auditório Municipal da Povoação, em São Miguel.

A primeira fase do Roteiro ‘Faz Acontecer Açores’, que decorreu durante a primeira visita de acompanhamento do programa, percorreu, em outubro de 2015, as ilhas Terceira, São Jorge, Pico e Faial, abrangendo cerca de 1.025 alunos.

O programa ‘Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso’ é uma iniciativa do Governo dos Açores, através das direções regionais da Juventude e da Educação, em colaboração com a Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA).

Nesta quinta edição conta com a participação de 108 professores e decorre em 48 escolas de todas as ilhas dos Açores, exceto o Corvo, abrangendo cerca de 2.700 alunos.

Este programa visa despertar e incentivar nos professores e nos alunos o potencial empreendedor e a possibilidade de poder controlar o seu futuro, permitindo, a longo prazo, criar o seu próprio emprego e contribuir, simultaneamente, para a política ativa de emprego e para a criação de riqueza nos Açores.

DL/Gacs

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*