Balanço dos estragos no concelho de Lagoa

mau tempo LAgoa Açores Jornal (2)

Em declarações ao Jornal Diário da Lagoa, a presidente da Câmara Municipal de Lagoa fez o balanço, até ao momento, dos estragos causados pelo mau tempo neste concelho da ilha de São Miguel.

Segundo Cristina Calisto Decq Mota, a forte ondulação foi a principal causadora dos vários estragos registados. Há a registar o realojamento de três famílias (8 pessoas), na zona do Cruzeiro, na Atalhada, tendo o mar invadido as habitações das mesmas. Nesta mesma zona, o mar invadiu e causou vários estragos num restaurante ali localizado.

A autarca refere que no dia de amanhã, os serviços de ação social da autarquia irão avaliar a situação e ver se existem condições para que as pessoas possam ou não regressar às suas habitações.

Na zona do Porto dos Carneiros as casas de aprestos dos pescadores ficaram danificadas, não tendo sido registados danos nas embarcações que foram deslocadas para a estrada. Na zona da Piscina houve alguns estragos em vários equipamentos deste espaço, sendo que amanhã serão avaliados os danos em ambos os equipamentos.

Na zona da Relvinha, em Santa Cruz, houve também a necessidade de auxilio às famílias, visto que o mar invadiu algumas habitações, mas longe de perigo.

Na Praça de Nª. SRA da Graça, há registo da queda de três árvores.

Ainda segundo a autarca, na zona da Caloura, e devido ao quadrante do vento, há especial atenção para este início de noite, havendo muitas rochas a serem levadas para a estrada pelo mar.

É solicitada a precaução aos automobilistas a terem cuidado a conduzir nesta zona, assim como na Avenida do Mar bem como na Avenida Vulcanológica, que esteve intransitável, não sendo aconselhável a circular nestas artérias.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*