Operário eliminado da Taça de Portugal pela margem mínima

Lesao Dani

Momento da lesão de Dani.

A equipa do Operário foi eliminado da Taça de Portugal, na 4ª eliminatória, ao perder por 1-0 diante do Boavista, jogo disputado na Cidade do Porto, no Estádio do Bessa.

O balde de água fria surgiu aos 86 minutos, com um golo que surgiu num ressalto de bola que traiu Mário Rui. Muita sorte para a equipa da casa.

Os fabris foram grandes frente a um adversário claramente mais forte.

Apesar das desigualdades, o Operário esteve perto do golo, logo aos 14 minutos com João Ventura, num remate forte, tendo a bola passado perto do poste da baliza do Boavista.

No segundo tempo João Ventura, de livre, voltou a levar perigo à baliza da equipa da casa.

O caso do jogo aconteceu ao minuto 58 quando Dani Sousa foi obrigado a abandonar as quatro linhas após uma lesão grave, numa disputa de bola. O número 10 do Operário saiu mesmo em maca e foi transportado para o hospital. Segundo foi possível apurar, Dani fraturou o perónio.

Nos últimos minutos do encontro, os fabris deram tudo para tentar chegar ao golo, mas a experiência do adversário foi superior.

O Operário bateu-se muito bem neste encontro da 4ª eliminatória, cortou bem as linhas de ataque do Boavista que, apenas de bola parada conseguiu chegar à baliza do Operário.

DL

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*