Taxa de abate de animais é elevada

Canil Municipal de Lagoa Jornal Diario da Lagoa4

Segundo o Médico Veterinário Municipal e também Presidente do Conselho Regional de Médicos Veterinários dos Açores, a taxa de abate de animais no Canil Municipal de Lagoa é elevado.

Segundo Miguel Amaral, o atual paradigma de abandono de animais faz com que muitos deles tenham que ser abatidos após o prazo legal de permanência no canil, sendo que a permanência dos animais ultrapassa largamente o prazo estipulado por lei.

O médico veterinário, em entrevista ao Jornal Diário da Lagoa, recorda que é durante o verão que aumenta a entrada de animais no canil, sendo esta problemática do abandono de animais muito preocupante.

Na Lagoa, embora o número varie de ano para ano, são abatidos, por eutanásia, entre 300 a 400 animais.

Miguel Amaral reconhece ser este um número elevado, mas que é impossível evitar face ao elevado número de animais que são recolhidos, contrastando com a baixa adoção.

O médico veterinário espera que face aos números as pessoas possam ter consciência antes de abandonar o seu animal, mas admite que também a população tem que ter um comportamento de adoção responsável. “As pessoas têm que saber gerir a reprodução dos seus animais de companhia para evitar as entregas excessivas de animais no canil, e se não têm condições de ter um animal em casa, é preferível que não tenham, para evitar que mais tarde estes sejam abandonados”.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*