Açores devem ter papel de liderança no desenvolvimento da Economia do Mar

Fausto-Brito-Abreu-projeto-mar-surf

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou a importância do Mar para a economia dos Açores, frisando que “as atividades ligadas ao Mar representam cerca de 5% do PIB regional, o que significa que é mais do dobro do que representam a nível nacional”.

“O Mar é um dos nossos maiores e mais importantes recursos naturais e económicos”, frisou Fausto Brito e Abreu, salientando que os Açores possuem ecossistemas marinhos “únicos a nível mundial”.

O Secretário Regional, que falava durante uma visita ao ilhéu de Vila Franca do Campo, reserva natural marinha, numa iniciativa que assinalou o Dia Mundial do Mar, defendeu que os Açores têm também a “responsabilidade de saber manter” os seus ecossistemas, “dando o exemplo a outras regiões sobre como desenvolver atividades económicas com respeito pela sustentabilidade”.

Para Brito e Abreu, os Açores devem ser os guardiões da biodiversidade marinha, recordando que a Região foi pioneira na classificação de áreas marinhas protegidas, criando um dos primeiros parques marinhos oceânicos do mundo.

A visita ao ilhéu de Vila Franca, que contou com a presença de elementos da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e de uma turma de alunos da Escola Básica e Secundária de Vila Franca do Campo, teve como objetivo sensibilizar os mais jovens para a necessidade de proteger o ambiente marinho e de investir em conhecimento científico.

O ilhéu de Vila Franca do Campo, considerado um santuário de aves marinhas, especialmente de cagarros e garajaus, tem sido alvo de um projeto de recuperação dos habitats costeiros e das aves nidificantes por parte da SPEA.

Durante a visita, Brito e Abreu defendeu também que os Açores devem mostrar “liderança política a nível nacional e internacional no desenvolvimento da chamada economia azul”.

Nesse sentido, recordou que o Presidente do Governo dos Açores, atual Presidente da Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da União Europeia, afirmou esta semana, em Bruxelas, que mais de 20% do total dos fundos estruturais atribuídos aos Açores até 2020 serão investidos em atividades relacionadas com o Mar.

Brito e Abreu lembrou ainda que os Açores são “a região mais oceânica da Europa”, frisando que o Mar atribui muita importância ao arquipélago no cenário internacional.

O Dia Mundial do Mar, promovido pela Organização Marítima Internacional, foi celebrado nos Açores com atividades em Vila Franca do Campo e na Horta.

A data visa realçar as diferentes funções do Mar, com particular enfoque sobre a importância da segurança marítima e a necessidade de preservação dos ecossistemas marinhos.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*