O PSD/Açores revelou persistência e coerência na defesa da vinda das low cost

Duarte-Freitas-Sete Cidades visita - low cost-SATA

O presidente do PSD/Açores congratulou-se pelo que considera ser a “persistência e coerência” do partido que lidera “na defesa da liberalização do mercado aéreo”, que culminou com a vinda das companhias low cost para a Região.

Duarte Freitas falava após uma visita ao Complexo Ambiental das Sete Cidades, onde referiu que “todas as ilhas estão a sentir um impacto significativo pela abertura do mercado aéreo. Isso é inegável e só prova que o PSD/Açores estava certo, ao contrário dos que lutaram contra este sistema e tentaram impedir que o mesmo se efetivasse”, adiantou.

Duarte Freitas acusou a SATA, “e o Governo Regional, como seu principal acionista”, de “estrangularem” o mercado aéreo inter-ilhas, já que a empresa “tem sido incapaz de criar voos suficientes para fazer circular os turistas pelo arquipélago. Assim, não está a ser potenciado o sucesso das low cost na Região”, revela uma nota de imprensa do partido.

Para o social democrata, o sucesso da vinda das low cost não é maior “porque a SATA não teve a capacidade de planeamento necessária. Se a SATA e o Governo Regional tivessem tido a perceção correta da situação, já haveria uma melhor capacidade de resposta da operação inter-ilhas em curso”, assegura.

O líder do PSD/Açores realçou “a procura cada vez maior que o turismo dos Açores está a sentir” e defendeu “a interligação das questões ambientais com esse potencial turístico”, apelando à sensibilização “dos agentes políticos e da sociedade civil, a par dos agentes económicos, das autarquias e do Governo dos Açores, para que esta nova realidade tenha consequências positivas”, lê-se.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*