Clube Escolar levou 26 alunos a Estrasburgo

Clube Europeu Escola Agua de Pau foto Parlamento Europeu_Sessao Encerramento

Promovido pelo Clube Europeu da Escola Básica e Integrada de Água de Pau, o projeto “Os Açores e a Europa II”, levou 26 alunos ao Parlamento Europeu.

Os alunos do Clube Europeu da EBI de Água de Pau, aproveitando a deslocação a Estrasburgo, visitaram ainda a cidade de Paris e alguns dos seus principais monumentos e museus e, na paragem na capital portuguesa, a Assembleia da República.

O projeto ‘Os Açores e a Europa II’ do Clube Europeu da EBI de Água de Pau contou com o apoio do Governo dos Açores, através do Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas, e do programa Bento de Góis, da Direção Regional da Juventude (DRJ), tendo sido apresentado na sessão de encerramento o vídeo do     projeto, que contou com a produção da DRJ e com a participação dos alunos, professores, decisores políticos e de toda comunidade escolar de Água de Pau.

Segundo José Carlos Pereira, o coordenador do clube, o balanço de mais este ano de trabalho é muito positivo, recordando que foi possível levar até Estrasburgo 34 pessoas, 26 alunos e oito adultos. “Tratou-se de um momento importante. Todos tiveram a oportunidade de conhecer o parlamento, os   eurodeputados. A interação dos alunos com políticos regionais e locais acaba por ser muito bom para aproximar os políticos dos jovens mas também para que estes perceberem das politicas regionais e europeias para a juventude”, disse em declarações ao jornal Diário da Lagoa, realçando o facto “dos jovens quando chegarem à altura de votar, terão com certeza outro olhar, podendo contribuir para a cidadania europeia, votando com outro interesse e conhecimento”.

No Clube Europeu da EBI de Água de Pau estão jovens de várias desde o 5º ao 9º ano. Segundo o responsável, são   jovens pré adolescentes mas com a   motivação e empenho nas atividades propostas, conseguiram motivar-se   pelas questões europeias e de políticas nacionais e regionais.

“As crianças quando estimuladas e motivadas conseguem chegar aos objetivos que os professores e a escola se propõe”, realçou.

José Carlos Pereira destaca ainda a participação dos jovens duma forma afincada, recordando que esta é uma atividade extra curricular e que ninguém é obrigado a participar. “Os jovens estão cá porque querem, porque sentem um motivo extra”.

Projeção é motivo de orgulho na escola
Joana Montalvão Medeiros, presidente do conselho executivo, vê com orgulho esta projeção a nível internacional conseguida pelos alunos.   “Esta é uma formação que os alunos levarão para o resto da sua vida”, referiu em declarações ao nosso jornal.

Segundo a responsável, este clube europeu permitiu que os alunos, semanalmente, estivessem envolvidos em atividades escolares, em vez de estarem a realizar outras ações que por vezes são menos boas, e o resultado está á vista.

Joana Medeiros recorda que se trata do segundo ano de existência deste clube, no primeiro ano o resultado final culminou com uma viagem a Bruxelas, este ano, a viagem foi a Estrasburgo, onde realça o muito trabalho e esforço com que foi alcançado o objetivo, por parte dos professores, que vai muito para além da própria escola.

“Este resultado fica para a vida,    tanto para os alunos como professores”, disse.

DL

 

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*