Igreja Matriz pretende enriquecer a cultura da cidade

Igreja Matriz Lagoa Açores

A Igreja Matriz da Lagoa, na freguesia de Santa Cruz, está em obras de manutenção. Obras que pretendem capacitar a Igreja para acolher pequenos núcleos (espaços), onde os vários bens da Igreja estejam salvaguardados, oferecendo igualmente condições para quem queira visitar o património existente na Matriz.

Segundo explicou ao Jornal Diário da Lagoa o pároco Nuno Maiato, haviam vários espaços que tinha utilidade de arrumos e sem grande relevo, e que serão agora transformados em espaços de Escultura, Ourivesaria e de Paramentos. Obras que afetam essencialmente a sacristia e a torre da igreja, não afetando o normal funcionamento das eucarísticas.

Sobre as obras em questão, nesta entrevista o Pe. Nuno Maiato adiantou que era necessário requalificar igualmente o espaço exterior, o que está a ser feito, criar um escritório mais reservado para que o pároco possa atender com maior privacidade quem o procura e melhorar o espaço do arquivo principal.

Existe ainda um outro projeto futuro que será criar condições, nas atuais salas de catequese, criando uma sala única, para acolher uma exposição permanente sobre vida de Cristo, feita com os tradicionais bonecos de barro da Lagoa.

“Queremos contribuir para o enriquecimento cultural da cidade e do concelho, queremos com esta iniciativa acolher mais visitantes à cidade, proporcionando mais visitas”, diz o Pe. Nuno Maiato, considerando que, de uma certa forma, isso já acontece com a entrada das chamadas “low-cost”, uma vez que registado uma maior afluência de visitas à igreja por parte de turistas.

O pároco considera que está ser igualmente uma outra forma de evangelizar, ou seja, evangelizar através da arte, através da tradição. “Todo isto motiva a aposta naquele que é um projeto global, que pensa ser uma resposta do que se fala na Igreja, numa “Pastoral de Turismo”, o que considera ser, nos próximos anos, uma aposta forte por parte da Igreja.

“Temos um património muito rico no país e na região e se for potenciado, oferece às pessoas a possibilidade, nas suas férias, de se encontrarem com Deus duma forma diferente do seu dia-a-dia”, considerou.

Diz nesta entrevista o responsável pela Matriz da Lagoa, “é nosso objetivo dar o contributo para a cidade e para a ilha”.

A primeira fase das obras deverá ficar concluída até ao mês de agosto, altura em que se realizam as grandes festas da freguesia.

Estas obras acabaram por surgir, na sequência de um inventário dos bens móveis da paróquia, que está a ser feito por uma licenciada, através do Serviço Diocesano da Cultura.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*