Câmara de Lagoa associou-se à iniciativa “Laço Humano”

Lagoa-Camara-Laço-humano

No seguimento de um convite recebido pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, Presidente, vereadores, bem como funcionários e colaboradores do edifício da Autarquia Lagoense, juntaram-se à iniciativa em reproduzir um laço humano-azul, como forma de consciencializar a sociedade sobre os maus tratos nas crianças que ainda se assiste nos nossos dias.

Assim, juntaram-se no exterior do edifício dos Paços do Concelho, formou-se um laço humano, onde todos se vestiram de azul. O laço humano fotografado integrará uma exposição intitulada “Abril: Mês da Prevenção dos Maus Tratos – Lagoa Faz a Diferença.” 

De referir que, a Campanha do Laço Azul iniciou-se em 1989, nos E.U.A. quando uma avó, amarrou uma fita azul à antena do seu carro “para fazer com que as pessoas se questionassem. A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade que se revelaram “curiosos” foi trágica e retratava os maus tratos que a sua filha e genro faziam à sua neta. Note-se que o neto já havia morrido na sequência desses maus tratos. E porquê o laço azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus tratos. 

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*