Taxas de desemprego diminuíram na maior parte das regiões da UE em 2014

iefp-desemrpego

Um pouco mais de metade das regiões NUTS 2 na União Europeia registou em 2014 uma redução de, pelo menos, 0,5 pontos percentuais na respetiva taxa de desemprego regional, em comparação com 2013. Contudo, verificou-se durante 2014 uma grande disparidade nas taxas de desemprego regionais entre as regiões da UE.

Os valores mais baixos foram registados nas regiões de Praga, na República Checa, e Oberbayern, na Alemanha, (ambas com 2,5%).

As taxas de desemprego mais elevadas foram registadas em cinco regiões espanholas, entre elas a Andaluzia com 34,8%. Em Portugal, a taxa de desemprego total para 2014 foi de 13,9%, sendo, por regiões, a Região Autónoma dos Açores a que registou um valor mais elevado (16,3%), seguida da Região Autónoma da Madeira com 15%.

Já em Portugal continental, a região de Lisboa registou o valor mais elevado de 14,9%, seguida da região Norte e do Algarve com 14,8% e 14,5%, respetivamente. A região do Alentejo e a região Centro foram as que registaram menor taxa de desemprego total com 14,3% e 10,6%, respetivamente. Ainda assim, os valores totais para Portugal revelam uma descida de -2,3 pontos percentuais comparativamente a 2013.

A percentagem dos desempregados de longa duração foi de 59,7% (+3,3% comparativamente a 2013) e a dos jovens entre os 15 e os 24 anos foi de 34,8% (-3,3% do que em 2013).

DL/RCEP

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*