João Ponte assinala 10 anos de presidência com a melhor taxa de execução orçamental dos últimos 20 anos

João-Ponte-Câmara-Municipal-Lagoa-Açores

João Ponte, que assinala 10 anos como Presidente da Câmara Municipal da Lagoa, mostrou-se bastante satisfeito porque o município de Lagoa obteve em 2014, a melhor taxa de execução orçamental dos últimos 20 anos. O ano económico encerrou com uma taxa de execução de 87% no orçamento global da receita e com uma taxa de execução de 86% no orçamento global da despesa.

Para o autarca lagoense, apesar das restrições orçamentais a que o município tem estado sujeito e apesar do quadro de grandes dificuldades dos municípios em arrecadar receita, onde o controlo da despesa foi uma das grandes preocupações do executivo camarário, esta situação deverá ser motivo de orgulho para todos e por isso partilhou este sucesso com o seu executivo e com todos os seus colaboradores que se empenharam ao máximo para continuar a prestar os melhores serviços com menos recursos e gerando menos despesa.

Em 10 anos o município conseguiu registar um aumento de 22% na taxa de execução da receita e de 16 % na taxa de execução da despesa, refere uma nota de imprensa da autarquia hoje divulgada.

Esta situação resulta inequivocamente do grande rigor aplicado na elaboração do orçamento e sobretudo devido à forte contenção na despesa que tem sido aplicada na execução orçamental.

Este último facto é facilmente comprovado com a média de execução registada nos últimos 10 anos, que foi de 70% na execução da despesa e da receita.

Lê-se na mesma nota que, apesar da redução da receita corrente arrecadada, a Câmara Municipal de Lagoa, encerrou o ano de 2014 sem dívidas a fornecedores, um feito histórico, que se concretizou graças ao controlo rigoroso na despesa, permitindo assim libertar tesouraria para a redução da dívida a fornecedores.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*