Orçamento Regional favorece negócios pouco claros e não combate pobreza e desemprego

Açores-BE-Zuraida-Soares

A deputada do Bloco de Esquerda acusa o Governo Regional de não ter políticas ousadas e ambiciosas para combater o desemprego e a pobreza, ao mesmo tempo que gasta milhões de euros para favorecer negócios pouco claros de empresas que vivem à custa dos impostos dos Açorianos, e deu como exemplo os casos da Companhia Açoriana de Energias Renováveis (4M€ para parque eólico para vender energia à EDA), da Strong Survival (6M€ para painéis solares públicos), o apoio a colégios privados quando falta dinheiro para investir no ensino público, e o apoio à empresa privada de radioterapia que vai fazer, nos Açores, os tratamentos mais caros do País.

Considerando que a proposta de Plano e Orçamento do Governo Regional para 2015 “é uma cópia mal feita das políticas que têm sido aplicadas e que não têm tido sucesso”, a deputada do BE defende uma aposta séria na reabilitação urbana pública e privada, em colaboração com as autarquias de todas as ilhas para dinamizar o sector da construção civil – o mais afectado pela crise, que deu origem a mais de 10 mil desempregados. “Acabou o tempo da nova construção em massa, é preciso fazer de maneira diferente. Olhando para as pessoas, para as empresas, para o comércio, para o nosso edificado dentro e fora das cidades, e para a nossa economia, é claro que esta proposta é mais do que justa e urgente”, disse Zuraida Soares.

O aumento de 15 euros por mês para todas as pensões inferiores ao salário mínimo regional é outra proposta que o BE considera uma prioridade para combater a pobreza e dinamizar a economia através do aumento do poder de compra. “O PS vai viabilizar esta proposta, ou vai fazer como o Governo da República, que se limita a aumentar uns cêntimos nas pensões de quem vive na miséria?”, questionou a deputada do BE no primeiro dia de debate do Plano e Orçamento dos Açores para o próximo ano.

DL/BE

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*