escuteiros-santa-cruz-dez16

A nossa vida escutista ainda é tão curta mas já foi e é bem vivida. Foi através das aventuras contadas pelos outros irmãos escutas, foi pelo sorriso que carregavam ao explicar o que viviam neste movimento que ficamos curiosas e aceitamos o desafio! Tendo como objetivo, colorir a nossa vida um pouco mais e tornando-nos pessoas melhores. Nesta espécie de metragem, trilhamos a ilha, movemos montanhas com gestos pequenos e sorrisos, ajudámos o próximo, enchendo assim o coração de quem não tem quem o faça.

Pretendemos ter uma caminhada longa e produtiva, com força e fé para ultrapassar qualquer obstáculo, superar todas as expectativas e como um dia uma escuteira nos disse: “Já dizia B.P: Deixa o mundo melhor que aquilo que o encontraste.” Concluindo este testemunho, agradecemos a oportunidade de pertencer a esta família. Desejando também força e poder um dia dizer: “somos tão orgulhosas de ser escuteiras do CNE”.

Tânia Furtado
Clara Pacheco
Agrupamento 1290 Stª Cruz – Lagoa
(Artigo publicado na edição impressa de dezembro de 2016)

Share