Reunião-Conselho-regional-estrategia-governo-parceiros-sociais

O Presidente do Governo anunciou que cerca de 70 por cento das 60 medidas da Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial já estão executadas, abrangendo um total de 15 mil Açorianos e permitindo às empresas a criação de mais de 1.200 postos de trabalho. 

Estes dados foram avançados pelo Presidente do Governo após uma reunião da Comissão Permanente do Conselho Regional de Concertação Estratégica, destinada a fazer um ponto de situação da Agenda aprovada em dezembro de 2012 para dinamizar a economia açoriana e promover a criação de emprego.  

Apontou o exemplo da nova política de Sistemas de Incentivos, que consta da Agenda Açoriana para a Criação de Emprego, e que vai ser financiada pelos próximos fundos comunitários até 2020. 

Na reunião de trabalho com os parceiros sociais, Vasco Cordeiro adiantou ainda que mais de um milhar de empresas açorianas foram abrangidas por várias das medidas executadas e que o Programa de Incentivo à Integração de Estagiários já permitiu que fossem criados cerca de 600 empregos, enquanto os programas Integra+ e Integra Start Up resultaram, para já, em 400 novos postos de trabalho. 

Já no âmbito do reforço da qualificação dos Açorianos que procuram emprego, o Programa Aquisição Básica de Competências abrangeu cerca de 1.900 Açorianos, disse Vasco Cordeiro. 

No final da reunião da Comissão Permanente, o Presidente do Governo salientou que o Executivo tem consciência de que é necessário continuar a implementar estas medidas, mas, sobretudo, avançar com um leque muito alargado de outras medidas que contribuem para dinamização da economia privada, caso dos setores da construção civil e do turismo. 

Neste contexto, destacou a importância que assume o Plano de Investimentos da Região para a dinamização da economia, nomeadamente na área da construção civil, através de obras como a construção em curso do novo Centro de Saúde de Ponta Delgada e do arranque, em breve, das novas escolas da Ribeira Grande e Lajes do Pico, entre outras. 

Na área do Turismo, o Presidente do Governo destacou a relevância que assumem as Obrigações de Serviço Público de Transporte Aéreo, recordando que o Executivo açoriano apresentou à República uma proposta que se traduz numa alteração do modelo para facilitar as acessibilidades aos Açores. 

DL/Gacs

Share