O Concerto Solidário promovido pela APAV Açores, que assinalou 10 anos de existência, contou com a participação do Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz e teve lugar no Cine Teatro Lagoense Francisco D’ Amaral Almeida, este fim de semana.

Para a autarquia lagoense, esta associação simboliza dez anos de trabalho e cuja existência é reveladora de que vivemos num mundo imperfeito, onde o ser humano continua ainda a surpreender-nos pela negativa.

Neste contexto, Cristina Calisto aproveitou a ocasião para enaltecer o trabalho desta associação e afirmar que “ainda bem que existe a APAV e os seus técnicos para defender aqueles que sofrem em silêncio, que são vítimas de crimes e que precisam de serem apoiados para que se possam desprender de uma vida fechada e sem luz fruto muitas vezes da violência que lhes é exercida, seja ela doméstica ou de gênero”. A edil lagoense considera, por isso, esta associação um importante instrumento para se encontrar estratégias que possam exercer os direitos fundamentais e constitucionais de cidadãos num projeto de vida sem violência.

DL/CML

Share